Aika - Akuma to Tenshi


Meiko                          Mei                            Misaki                     Hikari
É assim que eu imagino as meninas espero que você gostem do segundo cap.

Cherry Spring – 2º Cap

Eu e as meninas formos a uma loja de Doces Japoneses que tinha perto de um parque, que no dia dos namorados é bem frequentado. Entramos e fomos até uma mesa que tinha la no fundo, bem afastado de todos. A garçonete  veio até nossa mesa.
-O que vão querer –pergunta com um doce sorriso. Todas ao mesmo tempo começaram a pedi, percebi que ela estava meio atrapalhada e resolvi intervir .


- Esperem! Uma de cada vez- Falei apontando para Misaki começa
-Eu vou querer, Sakura Moti – Misaki pedi
- Eu quero um Nagashami – Mei pedi
- Eu quero Kimishigure, uma poção de Kiku e Ogura Moti – Meiko pedi
- Eu quero esse Misto 1 – pedi Hikari
- Me vê o mesmo que Misto 1 – Digo lhe entregando o cardápio. A garçonete me olha agradecida e em seguida se retira.
- Eu estava pensando em dois nomes para a banda – Diz Mei pegando um caderninho de sua mochila. – Mas quero ouvir as ideias de vocês. – Ninguém se pronunciou. Já eu... Eu tinha uma ideia que até podia combina com a banda, quando eu ia encontra com as meninas, eu falei para Misaki sobre a minha ideia. Misaki gostou muito, mas eu estava com um pouco de receio delas não gostar.  Então Misaki me deu um cutucão que doeu bastante.
- E-eu tenho uma ideia para o nome da banda – Disse, a garçonete já vinha com os nossos pedidos.
- Então coloque para fora criatura – Disse Hikari, dando um tapa na mão de Meiko que tentava rouba seus docinhos.
- Eer... O que vocês acham de “Cherry Spring”? – Disse olhando para cada uma delas, que se olhavam. E mais uma vez elas para e me olham, isso já estava ficando chato. – É eu sei o nome é... – Fui interrompida pela Mei
- Incrível! Aiko-chan, você pensou da mesma forma que eu – Ela pega o seu caderninho e me mostra os dois nomes que tinha pensado “ Cherry Spring” “ Dew Drops”. O que vocês acham? Todas votam em Cherry Spring?
- Eu gostei – Diz Misaki
- É fofo e combina com a gente, eu gosto – Diz Meiko
- Então será Cherry Spring Band – Diz Hikari apontando pra mim e piscando
- Yes! Agora é só ensaiamos – Diz Mei toda animada
Fiquei tão feliz, tinha entrado para a banda, tive a honra de  da o nome para ela e ainda encontrei ótimas amigas, o dia podia ser mais perfeito. Depois de comermos e ri muito e nos conhecer mais, combinamos de nos encontra ali no parque que era bem perto da casa de todo mundo e irmos juntas para o colégio no dia seguinte. Cheguei em casa exausta.
- Tadaima! – Entrei me jogando no sofá da sala.
- Okaeri filha! Como foi seu dia? – Sr Futaba pergunta da porta da cozinha.
- Foi exaustivo, mas ao mesmo tempo MARAVILHOSO! – Disse saltando do sofá e indo ate ela, contei tudo com um grande sorriso no rosto, o sorriso sumiu quando falei do Akuma e voltou todo tímido quando falei do Tenshi *suspito* Depois de fala com minha mãe sobre o meu dia Perfeito, fui para a escada.
- Aiko-nee-chan! – Uma voz la de cima me chamou.- Tenho uma surpresa para você.- Meu irmão Otoba é uma criança muito linda, mais não se enganem por trás dessa beleza ele é um Akumazinho vestido de Tenshi
- O que você quer de mim? – Disse estreitando os olhos, desconfiada terminando de subir as escadas.
- Poxa nee-chan, seu irmãozinho não pode lhe presentear pelo seu primeiro dia como colegial? Assim magoa viu – faz beicinho
- Hum... Ta gomene. – Disse cedendo ao olhar inocente dele. Odeio quando ele faz isso. – Onde esta o meu presente? – perguntei curiosa
- Aqui! – Ele me passou o presente, é uma caixinha pequena e bem enfeitada.
- Domo Arigato! –peguei a caixa e a abri, minha respiração sumiu, paralisei dos pés a cabeça, um calar frio percorreu as minhas costas. – U-u-uma la-la-lagartixAAAAAAAH! – Joguei  a caixa para o alto quando ela começou a se mexer vindo pra cima de mim. Quase cai da escada por causa do susto, mais consegui me equilibrar. – Seu... Seu... Eu VOU TE MATAR!! -  Comecei a correr atrás dele, que também corria indo em direção a nossa mãe.
- Aaah! Mãe, onee-chan quer me bater. – Disse como se não tivesse feito nada.
- Ele me deu uma lagartixa como presente – disse tendo ataques de nojo.
- Aiko olha o seu tamanho , você esta no colegial agora tem que se comporta com uma – disse ela.
- Mais... Mais – disse tentando me defender
- Mais nada, agora vai se arrumar para comer e deixa seu irmão em paz – disse ela me empurrando para escada.
- Você! – aponto para ele – Eu vou me vinga – Olhar maligno. Ele apenas me deu língua.
Fui para o meu quarto, depois de comer e ter levando vários chutes na canela do meu irmãozinho akumazinho. Como minha mãe não pode ver aquilo, ele a empinotizou só deve ser isso. Me Joguei na cama e dormi como uma pedra.  Acordei com o despertador que marcava seis horas, levantei meio sonolenta e fui fazer minha higiene matinal. Voltei para o quarto para colocar o meu uniforme: Uma saia de pregas xadrez preta e vermelha, uma camisa branca social bem leve, uma gravata da mesma cor da saia, meias pretas ate o joelho e o casaco preto com um emblema com o formato de flor de Sakura. Desci as escadas para ir toma meu desjejum , quando vejo meu pequeno irmãozinho vendo TV “ Hora da Vingança”  fui para frente da TV
-Ei! Estou vendo desenho, sai da frente sua gorda! – Fala me jogando uma almofada
-Gorda!? Você quer morrer muleque? – Começamos a correr pela casa, eu atrás dele.
-Okaa-san! Aika nee-chan quer me bater – diz ao se esconder atrás da Okaa-san que estava arrumando a mesa.
- Aika deixe Otoba em paz. Logo cedo e vocês já estão brigando, não sabem ficar um minuto sem brigas? – Disse colocando as mãos na cintura.
-Não! – Respondemos em uni som.
Depois de um café da manha agitado, sair para ir me encontra com s meninas no lugar marcado. Cheguei cedo pois ninguém ainda tinha chegado ainda, sentei no banco que tinha ali e comecei a batucar qualquer canção com minha baquetas imaginarias.
- BOO!! – Dei um salto e meu coração foi a mil – HAHAHA! Tão fácil te assustar – disse Meiko
- Vo-você é muito má Meiko-chan – disse me recuperando do mine ataque cardíaco
-Eu tento HeHe – Disse ela empinando o nariz
- Cadê as outras? – Perguntei
- Ah! Já estão  vindo – se encostou em uma arvore
- Yooo min’na!! - Mei grita de longe, junto com Hikari
- Estão atrasadas U.U – Meiko fala
-Ohayo Mei-chan, Hikari-chan – Falei com um sorriso
-Ohayo Aika-chan, tive que passa na loja para pega o meu baixo – disse Hikari me mostrando o Baixo
- Certo, vamos antes que cheguemos atrasadas – disse Mei
Fomo para escola, no caminho falamos rimos e brincamos. Na escola encontramos com Misaki, nos separamos: Eu, Misaki e Mei. E Hikari e Meiko Ainda tivemos que aguenta Meiko fazendo drama, pois queria todas nos na mesma sala. Fui na direção leva um documento que faltava na minha matricula, na volta para sala subia as escadas, digamos que distraída “Oh! Um Clips” Trombei com alguém que vinha do lado oposto, perdi o equilíbrio e fui caindo, sentir braços em minha cintura me puxando contra si. Paralisei completamente quando vi quem era.
- Tak-Takishima –kun... – falei ainda em estado de choque.
- Você tem a cabeça aonde? – Me perguntou – Vai continuar me agarrando? – Percebi  que ainda estava perto dele, me afastei bruscamente e completamente constrangida “Ahh! Dorga”
- Go-gomene “ Por que estou me desculpando, foi ele que apareceu do nada ¬¬ Ele merece um belo chute na canela RUM!” – Ele começou a anda – A-ari-ga-ga-to – Saiu como um sussurro “ Otimo agora estou gaguejando, o idiota não deve ter escutado” 
- Você não vem? – ele parou e me olhou
-Han? Eerr.. “Legal agora estou agindo estupidamente”
- Você é uma pequinês muito estranha... Estamos  Atrasados – O olhe com fúria, odiava esse apelido ridículo, “Se acalme Aika, respire não queremos que você seja expulsa do colégio por ataca um akuma desgraçado” passei por ele e ele me seguiu ate a sala.
O professor já estava na sala fazendo a chamada. Quando entramos juntos, todos ficaram nos encarando.
-É bom vocês terem uma boa desculpa para o atraso – disse o professor
- Eu est...- fui cortada
- A culpa é dela  por eu ter me atrasado – Takashima disse como se eu fosse uma delinquente que tinha o levado pro mau caminho.
- “O que?!! Seu punk desagradável, você vai ver o que vou fazer com vc.” – Fechei os punhos, estava pronta pra pula em cima dele, mas o professor me empatou “ Dare!”
- Ok... Vão se senta, como castigo ficaram depois da aula para limpar a sala. – Disse o professor voltando a fazer a chamada.
“Nooooo!” A Aula foi um saco e ainda tinha algumas menina do fãn clube do Akumazinho me mirando. Eu sou muito sortuda para não dizer ao contrario, depois da aula fui com as meninas para sala de musica. Mei e Misaki estavam estranhas de da sala de aula.
- O que houve, por que estão me olhando assim? – perguntei indo para trás da bateria.
- Aika-chan vc e o Takishima já se conheciam? – pergunta Misaki
- EEr!! Eu... – Fui cortada
- Vocês parecem um casal – diz Mei
- Han? Eu ...
- Aika-chan tem NAMORADO? – Diz Meiko se pendurando em mim
- Aika-chan é bem rápida, pois ele é lobo que todas as carneirinhas querem – Diz Hikari
- SHINAI!!! Eu e o Takishima não somos Na-namorados – um arrepio correu pela espinha só de imagina eu e ele juntos- E nunca vai acontecer, eu só tive o desprazer de tromba com ele algumas vezes – peguei as baquetas – Agora vamos ensaiar.
- Ok! Já que vc diz isso – Mei pego sua guitarra e tocou alguns acordes – Vamos animar Aika, pois ela esta de castigo.
Essa banda ira ser a representação da banda Cherry Spring ok Tradução da musica aqui

- Devemos toca assim mais vezes – Diz Hikari super animada
- Vou no refeitório compra algo pra bebe, alguém quer algo? – perguntei
- Eu quero Aika-chan!! – Diz Meiko fazendo biquinho – Traz pra mim Mupy , onegai
- Hai!! – disse saindo.
O refeitório estava cheio, tentei ir até a cantina pelo cantinho da parede. Estava tão tumultuoso, que as pessoas que estava a minha frente derrubaram algumas caixas que essata derrubaram outras em sequencia e eu azarada como sou , estava do lado de algumas  “ É agora que morro . Adeus mundo cruel! “ Maõs apareceram me puxando para fora daquela bagunça.
- A-awaka-kun.. – disse o olhando “ Você aparece sempre do nada, pra fala a verdade os dois aparecem do nada, isso ainda vai me deixar maluca!”
- Você esta bem? – me perguntou gentilmente
- Há-hai! Estou bem. – disse dando lhe um sorriso- Arigato!
- Isso é bom, você deve ter mais cuidado. – Disse dando um tapinha na minha cabeça.
- Hai, terei mais cuidado – disse um pouco corada
- Parece que hoje esta havendo alguma promoção- diz ele olhando para a multidão
- Então é por isso que esta essa bagunça – Não vou consegui compra minha coca e mupy da Meiko.
- Espere aqui- disse entrando na multidão
- Há-hai! – fiquei sem reação quando ele voltou com a coca e o mupy que tinha falado.- A-Arigato.
-Aqui.. – disse me entregando, e tirando um bolinho de arroz da minha mão. – Esse é o meu pagamento *sorriso* Nos vemos depois.
- Já nee! – voltei para sala de musica.
- Aika! Aika! – grita Meiko
- Hai? – estava tão atordoada com aquele sorriso que não sentir quando entrei na sala.
- Você  esta bem? Esta mais avoada do que o normal – Diz Hikari
- Ela deve ter visto o Awaka-kun, ela ficou assim ontem quando o viu – diz Misaki
- Aika-chan é tão madura rsrs – diz Mei
- Não zobem de mim – fiz bico
Tivemos mais duas aulas e quando estamos indo embora o professor me barra.
- Aonde pensa que vai mocinha? – diz ele cruzando os braços
-HeHe vou busca as coisa para arrumar a sala * sorriso forçado*
- Você viu o Takasinha Yamato? – me perguntou
- Não – disse
- Deve ter fugido, me entendo com ele depois. Então será só você aqui, depois que termina esta liberada. – disse saindo
- Haaai.- disse desanimada. Comecei apagando o quadro negro e depois fui tira o pó dos apagador, limpei as mesas e varri a sala, catei o lixo e quando tudo estava pronto, olhei para sala “HaHa! Terminei” Sai da sala ainda de costa fechando a porta, viro e trombo com algo.
- Itai! – bati o meu nariz no peito de Takishima – O que esta fazendo aqui?
- Vim ver se fez o meu trabalho bem feito. Parece que sim.. – Disse pegando o lixo da minha mão.
- TCS! Você é um punk muito desagradável, me põem a culpa de ter se atrasado e depois vem ver se fiz direito. Você é uma pessoa egoísta, te odeio Takashima Yamato! – o olhei com desprezo, peguei o lixo de sua mão e passei por ele, mas fui parada com um puxão.
- Eu também não gosto de você garota, você me irrita – puxa a lixeira de mim e me encara
- Eu te irrito? HAHA essa é boa. Me de a lixeira. – disse tentando pega la devolta.
- Eu levo – disse a desviando de mim
- Shinai! Eu fiz o trabalho eu termino. Agora me de! – falei com autoridade
- Vê você irritante. Pare de ser teimosa – disse
- Eu não sou teim...- Não percebi que estávamos perto das escadas, escorreguei no primeiro degrau, estava de frente pra ele pude ver sua expressão muda. Ele tentou agarrar a minha mão mais não consegui, então fechei os olhos esperando o baque entre as escadas. Senti algo me envolver foi tão rápido o que aconteceu. Quando percebi estava por cima de Takashima no chão.
- Você esta bem? – disse ríspido
- Es-estou.... – Falei levantando – Vo-voc~e se machucou? - Perguntei   quanto ele se levantava.
- Não.. Voc~e quase me matou agora estou com dor nas costas e eu acho que torci o pé – disse ríspido – Se quiser se matar, faça isso sozinha... e longe de mim. 
- Go-Gomene – disse o ajudando a levanta , pude ver que eLe ralou a cotovelo- Você esta sangrando – Tentei pega na sua mão para poder cuida da feriada, mais foi afastada bruscamente.
- Não precisa – disse frio, pegou o lixo e disse – Vai pra casa, já esta ficando tarde. Eu levo o lixo .
- Mas.. – Ele me olhou irritado – Ok – sai andando olhei para traz ele não estava mais lá. Fui até o meu armário e sair. Quando cheguei em casa, estava exausta.
- Tadaima! – falei subindo as escadas
- Okaeri!! Grita minha mãe da sala – Vai comer?
- Não Oka-san. Arigato. – falei la de cima. Entrei no quarto, jogando minha mochila na cama e indo direto pro banheiro . Parei em frente ao espelho e pensei no que aconteceu “ Se El não gosta de mim, por que fez aquilo?” Balancei a cabeça para esquecer e tenta esvazia-la . Tomei um banho bem demorado e fui me trocar. Bati na cama e dormi. “Onde estou?” estava escuro olhei para o lado vi um porta entre aberta, andei até ela. “Não vá! Não me deixe!” Uma voz triste e fria vinha de trás de mim. Virei mais não vi ninguém voltei a minha atenção para porta que agora estava mais longe. Voltei anda,  mais algo me segurou “Não posso deixa la ir” A voz estava mais perto. Tentei me solta mais não consegui e a porta se afastava cada vez mais. Tentei ver quem me segurava, mais não tinha nada. “ Por favor não desista de mim...” agora senti algo me abraçando “Não desistir de quem?” Perguntei.
*Despertador*
Continua...

---------------------------------
Min'na desculpe a demora pra posta, tive que concerta algumas coisinhas.
Espero que gostem e e me perdoe pelos erros na fanfic.
é só deixa um comentário que eu com certo
kisuss
Baibai

6 Comentou m(._.)marigatou :

  1. Mitti-chan aceitei a Afiliação e parceria xD
    Bejuu♥

    Ana-chan

    ResponderExcluir
  2. Mantenho o mesmo pensamento de antes: Simplesmente incrivel.
    De alguma forma essa história me prende.^^
    Não tem uma leitura cansativa e é cheia de drama e comédia. (gêneros que gosto muito)

    Continue; está bem legal.
    Obs: Se eu tivesse um irmão que nem o Otoba ja teria matado a muito tempo. Não matar "matar", mas uns bons cascudos pra me deixar em paz ja teria levado. Haha

    Ansioso pela continuação Mitti-San.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nhann Obrigada Makura-kun
      Rsrs pensei em um irmão bem atentado rsrs

      Excluir
  3. Own, sua história já me conquistou, eu comecei a ler e quando vi já havia acabado o capítulo, só depois que percebi que ele é grande. É daquelas histórias que vc começa a ler e antes de notar já entrou totalmente no universo das personagens. Enfim, tô amando Mih-chan. Onegai, não pare com essa fic!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nyaaa Ivy-chan *---*
      Vcs não sabe o quanto isso é importante pra mim, e me da mais animo pra continua a historia.
      Muito Obrigada, é bom saber que eu estou indo bem n_n

      Excluir

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos