Antic Cafe

 
Min'na como prometido, vim post algo bem mais interessante do que minha vida XD
Antic Cafe ou An Cafe é uma banda japonesa, criada em Maio de 2003 pelo vocalista Miku, o guitarrista Bou e o baixista Kanon.


O Antic Cafe começou a tocar em vários eventos. Por tocar em diversos eventos próximos a outras bandas indies pouco conhecidas, a banda começou a ganhar um pequeno conhecimento. Nessa época, a banda lançou duas faixas demo: Opu-ngu e Uzumaki senshokutai/Hatsukoi, ambas limitadas e vendidas nos shows da banda. O baterista Teruki, que pertencia anteriormente à banda Feathers-blue, se juntou em Agosto de 2003 ao Antic Cafe.
Através de um acordo com a gravadora Loop Ash, a banda lançou seu primeiro single Candyholic em Março de 2004, e em duas semanas alcançou o 2º lugar no ranking Oricon.[carece de fontes] A primeira apresentação a solo da banda ocorreu em Maio desse ano em Takadanobaba. O show, intitulado Happy Birthday Tsuyu, teve os ingressos esgotados, e nesse evento a banda distribuiu gratuitamente o single Hatsukoi. Nos meses seguintes a banda fez várias tours e lançou os singles √69 e Komou Cosmos e o live-single Touhikairo, tendo a revista Shoxx lançado um DVD especial apresentando a banda.
 Em 30 de abril de 2007, o guitarrista Bou saiu da banda e, com isso, entraram dois novos membros: o guitarrista Takuya e o tecladista Yuuki.
Após diversos boatos, o An Cafe confirmou a sua apresentação no Brasil no dia 5 de abril de 2009. O Show reuniu cafekkos do Brasil inteiro.
Formação Atual
Miku – vocalista
Takuya – guitarra
Kanon – baixo
Teruki – bateria
Yuuki – teclado

Álbuns
"Shikisai Moment" (9 de novembro de 2005)
"Magnya Carta" (29 de novembro de 2006)
"Gokutama Rock Cafe" (9 de abril de 2008)
"BB Parallel World" (9 de setembro de 2009)

Min'na amo a voz Miku ele é super kawaiii, uma das minhas bandas preferidas ela ta super recomenda para quem gosta do estilo Kei.
Espero tenham gostado do poste.
kisuss
baibai
Creditos:wikipedia

0 Comentou m(._.)marigatou :

Postar um comentário

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos